O Brasil sempre foi alvo da curiosidade do resto planeta. Chamado de exótico país do terceiro mundo, era o destino favorito de fuga dos vilões e bonzinhos que buscavam uma vida tranquila num paraíso tropical.

Passados muitos anos, e em plena Copa do Mundo, a nação está repleta de visitantes estrangeiros que agora podem tirar suas próprias conclusões em relação ao que eles viam em filmes um tanto duvidosos referente a verdade.

Tudo bem, não moramos nos Portões do Éden, mas conferindo a lista a seguir dá pra ver que a galera de Hollywood viajou na hora de compor nosso país. 

1- Mr. Magoo (Mr. Magoo, 1997, Stanley Tong)
Após o mais valioso rubi do mundo, conhecido como Estrela do Curistão, ter sido roubado de um museu, a gema fica acidentalmente com Mr. Magoo (Leslie Nielsen), um ricaço que tem uma péssima visão mas não usa óculos. Isto sempre o coloca em confusões e ele se vê metido em mais uma quando os bandidos se aproximam dele para recuperar a pedra, pois um grande leilão está anunciado onde os chefões do submundo vão aparecer para tentar comprá-la. Mas Ortega Piranha (Miguel Ferrer), um criminoso brasileiro que é famoso por nunca aparecer, planeja comprar o rubi para dar de presente para sua noiva.

O filme é até divertido, engraçadinho pra época, evidenciando as confusões que Mr. Magoo aprontava no desenho, tem a Jennifer Garner e tal... Mas perde a graça quando o adorável senhor resolve vir até o Brasil pra recuperar a joia e acaba parando na mansão do caricata ladrão, no meio da floresta com babuínos africanos, capangas armados e mulheres seminuas com trajes de carnaval dançando merengue! Visões do inferno!

2- Anaconda (Anaconda, 1997, Luis Llosa)
Grupo entra na Floresta Amazônica com o objetivo de fazer um documentário sobre uma tribo indígena e, durante a jornada, conhecem Paul Sarone (Jon Voight), um insano caçador que deseja capturar viva uma anaconda, uma cobra que pode atingir doze metros de comprimento.

Outro de 1997, será coincidência? Com outra Jennifer? Jennifer Lopez, Ice Cube e Owen Wilson no começo da carreira no cinema, além de John Voight pra reforçar um elenco de peso e um filme bom, vai... Mas não podemos esquecer dos exageros em relação as lendas da amazônia, a cobra mortal e forçação de barra. Na época era tudo isso, mas visto atualmente não passa de um clichê que dá origem a continuações cada vez mais sem pé nem cabeça.

3- Turistas (Turistas, 2006, John Stockwell)
Os irmãos Alex (Josh Duhamel) e Bea (Olivia Wilde), ambos americanos, estão entre os passageiros de um ônibus brasileiro, que carrega turistas e brasileiros. Eles estão com Amy (Beau Garrett), a melhor amiga de Bea, com todos decididos a aproveitar da melhor maneira possível os encantos do Brasil. Porém o motorista perde o controle do ônibus e o trio por pouco não consegue escapar do acidente, antes que o ônibus caísse em um penhasco. O trio se junta à australiana Pru (Melissa George) e aos britânicos Finn (Desmond Askew) e Liam (Max Brown), que também sobreviveram ao acidente.

De todos é o que mais revolta! Prova que ator em começo de carreira faz muito sacrifício por um cachê, pois não vejo outra explicação de como Josh Duhamell e Olivia Wilde aceitaram fazer essa porcaria sangrenta. Tá certo que os países sul-americanos têm problemas graves de segurança, mas Turistas é um filme que descreve um inferno na terra e com certeza esse não é o Brasil.

4- Bem Vindo a Selva (The Rundown, 2003, Peter Berg)

Travis (Seann William Scott) é um jovem de família rica que foi para a Amazônia em busca de uma mina de ouro perdida, popularmente chamada de Helldorado. Para encontrá-lo sua família contrata Beck (The Rock), que parte para o Brasil à sua busca. Após alguns desentendimentos iniciais, Travis convence Beck a ajudá-lo em sua busca. Porém eles precisarão enfrentar Hatcher (Christopher Walken), o chefe de uma mineradora, que também está em busca de Helldorado. 


Mais uma vez baseado em lendas, na amazônia e com bons atores... Esse filme é bom, o problema é que o brasileiro, mais uma vez, é um povo reprimido, pobre, escravizado sem conhecimento nem estrutura para manter-se por si mesmo, vivendo a merce de um bandido gringo que só visa a exploração.

5- Amor e Outros Desastres (Love and Other Disasters, 2006, Aleck Keshishian)

Emily "Jacks" Jackson (Brittany Murphy) é uma jovem americana alegre e cheia de energia. Ela mora em Londres e trabalha na revista de moda Vogue. Hiperativa, não pára de falar e tem como especialidade arranjar “pares perfeitos” para seus amigos próximos: Tallulah Wentworth (Catherine Tate), caçadora neurótica de homens, e Peter Simon (Matthew Rhys), gay aspirante a escritor, com quem ela divide apartamento. Jacks se gaba de ter o melhor radar para gays da cidade e faz de Peter o principal objeto de suas tramas casamenteiras. Quando o atraente Paolo Sarmiento (Santiago Cabrera) começa a trabalhar no estúdio da revista como modelo, Jacks decide armar para juntar os dois. Só que Paolo não é gay e está interessado em Jacks.

Esse filme é legal! Podem assistir sem medo, ótima comédia romântica com Brittany Murphy muito a vontade no papel de Jacks. Só tem uma coisinha que incomoda na película, o fato do Paolo ser argentino, dançar tango, falar espanhol e tal, mas faz sempre referência a Ipanema, as praias e como conheceu o fotografo que o levou para a Inglaterra... Vai entender... 

6- Lambada - A Dança Proibida (Lambada, 1990, Greydon Clark)
A miss EUA 1985 Laura Herring interpreta uma princesa amazônica que luta pela preservação da floresta e vai a Los Angeles participar de um concurso de dança para chamar atenção da comunidade internacional para a causa. Na trama, ela é brasileira e não consegue parar de requebrar, mesmo depois de a lambada ser proibida no Brasil por ser “quente demais”.

O filme mistura a dança lambada, que acabara de estourar na Europa, com a questão da floresta amazônica, criando uma princesa índia. Alguém entendeu? Não, eu não. Mais engraçado é que o filme foi extremamente lucrativo e explicado pelo poder da indústria e pela necessidade de se entreter o público norte-americano. E olha que passou na Sessão da Tarde... Quem não se lembra do índio que não falava e era o protetor de Nisa com direito a cobras, facas e crenças! Um universo paralelo foi descoberto para explicar o Brasil que não para quieto! 

7- Sinais (Signs, 2001, M. Nigth Shyamalan)
No condado de Bucks, Pensilvânia, vive Graham Hess (Mel Gibson), um viúvo com seus dois filhos, Morgan (Rory Culkin) e Bo (Abigail Breslin). Também mora com eles Merrill (Joaquin Phoenix), o irmão de Graham. Ele reside em uma fazenda e era o pastor da região, mas recusa ser chamado como padre, pois questionou sua fé desde quando sua mulher, Colleen (Patricia Kalember), foi morta ao ser atropelada por Ray Reddy (M. Night Shyamalan), um morador da região que dormiu enquanto dirigia. Repentinamente os Hess ficam bastante intrigados com o surgimento de misteriosos e gigantescos círculos, que surgem inesperadamente em sua plantação sem que haja o menor vestígio de quem os fez ou por qual motivo teriam sido feitos.

Filme complexo de M. Nigth Shyamalan sobre invasão alienígena, tá tudo certo com ele... Na verdade o que tem sobre o Brasil é só uma curiosidade... Acho que pensando no E.T. de Varginha há uma passagem sobre a gravação da festa de aniversário em que o extraterrestre passa no fundo do quintal de um garoto em Passo Fundo, Minas Gerais e todos se assustam catastroficamente. 

Fazendo o advogado do diabo, tenho certeza que assim como eles tem pré julgamentos sobre muitas coisas a nosso respeito, temos também em relação a eles - mania de grandeza - e a outros povos.  

Mas nem tudo está perdido! Recentemente foi anunciado "Vermelho Brasil" , uma co-produção entre Brasil, França, Portugal e Canadá, baseado no livro homônimo do escritor francês Nicolas Durand de Villegaignon ao Brasil por volta dos anos 1550 e sua luta para criar uma colônia, a chamada França Antártica, no Brasil conquistado pelos portugueses. Como pano de fundo, as batalhas com Portugal, a história da fundação do Rio de Janeiro e a formação da identidade histórica.  Previsto para estrear em 05/06/2014, talvez pela copa tenha sido adiado. Parece ser uma boa opção de redenção dos gringos.


Comentários pelo Facebook:

24 comentários:

  1. Adorei suas resenhas sobre os filmes. Realmente os estrangeiros não se interessam em saber muito sobre o Brasil.

    Mas se nem os próprios brasileiros dá valor na sua nação, quem vai dar. São poucos os que propagam a nossa história como nesse filme "Vermelho Brasil".

    Ah, e eu sou de Varginha. rsrsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você tem razão!!! Obrigada pelo comentário!!! Lugar legal para morar!!!!!

      Excluir
  2. passo fundo em Minas ? Passo Fundo fica no Rio Grande Do sul

    ResponderExcluir
  3. Sorry, boys!!! Realmente achei que era em Minas... Ainda bem que vocês estão atentos sabendo legal para não deixar engano!!! Valeu a chamada!!!

    ResponderExcluir
  4. Você deve ter confundido com Poço Fundo, que é em MG... Passo Fundo é aqui, no Rio Grande do Sul, tchê! hehehe...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é cara!!! Não tá mais aqui quem falou!!!!rsrsrs

      Excluir
  5. A questão do Sinais eu vi algumas discussões em blogs especializados e remonta mais ao nome da cidade. Não há uma relação com Varginha. Em Guerra dos Mundos, por exemplo citaram a Bolívia, em outros, a Argentina e é normal, para dar a conotação mundial e não local da invasão citarem outros países. Dessa vez, escolheram o Brasil como o sul americano da vez.

    A questão é: Onde seria? Rio? SP? Outra metrópole menos conhecida lá fora? Relatos de visões de ovnis geralmente ocorrem em cidades afastadas e remotas lá nos EUA. Já até imagino o roteirista... "Onde vou colocar a aparição do ET? Brasil... Vamos lá (pega o mapa)... Uma cidade ao sul, afastada do Rio e São Paulo... Deixe-me ver... Essa, Porto Alegre... (Google Tradutor: Happy Harbour)... Um não! Essa... Caxias do Sul (Google Tradutor: South Caxias)... Que merda é essa de Caxias? Não! Essa, Passo Fundo... (Google Tradutor: Deep Step)... Hummmm... Bem obscuro..."

    Hahaha... Não deixe de dar uma passadinha no meu blog: http://arquivomisterioso.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É bem isso mesmo... E não só nesses filmes, aqueles de catástrofe também sempre dão um jeitinho de dizer que não são só eles que estão em apuros! 2012, Apocalipse Zumbi, etc. A tradução ficou sensacional e ainda rimou, se foi assim o cara viajou mesmo na hora de escolher!!! Valeu pelo post!!!! Até mais!!!!!

      Excluir
  6. Mais um pra sua lista: Velozes e Furiosos no Rio! Me explica o que foi aquilo, rsss.

    ResponderExcluir
  7. Lambada é terrível. O filme começa com um monte de índios lutando capoeira. Ai vem um xamã que cospe fogo. Completamente surreal.

    ResponderExcluir
  8. Quero citar aqui (não um clichê) uma curiosidade, quase que um spoiler involuntário para o brasileiro que assiste " Eu ainda sei o que vocês fizeram no verão passado" (I Still Know What You Did Last Summer, 1998, Danny Cannon), pois no início do filme, um suposto locutor de rádio, que é o assassino, cria uma pergunta que quem acertar a resposta tem como prêmio uma viagem para uma ilha, se tratando na verdade de uma armadilha. A pergunta é "Qual a capital do Brasil?", as vítimas procuram algum produto importado do Brasil no armário da cozinha, leem o rótulo e respondem: Rio de Janeiro e acabam "acertando" e ganhando a viagem. No desenrolar do filme, uma delas, ao olhar para o globo terrestre, descobre que Brasília é a capital e que foram enganadas. Mas o fato é que quando nós do Brasil assistimos, pensamos ser um erro grotesco... só que não.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, cara! Agora você desenterrou um clássico!!! Assisti tanto esse filme... Odiava quando eles falavam isso e só depois aquele cara na ilha desmentia! O pior é que eles respondiam como se o nível de dificuldade fosse altíssimo como responder a capital do Uzbequistão! Saber que Washington é a capital deles é um dever, já o dever deles para com os outros fica a desejar!!!!

      Excluir
  9. Vc esqueceu do clássico Orquídea Selvagem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sendo sincera, não conhecia esse filme! Mas dei uma olhada na sinopse e no trailer e já deu pra imaginar como o filme segue!!! Obrigada! Valeu a dica!

      Excluir
  10. Oh, iéis, o inferno é aqui.. e vai piorar se esses pirralhos continuarem a trabalhar para os canalhas que manipulam os "protestos" país afora...

    ResponderExcluir
  11. belo post, parabéns

    ResponderExcluir
  12. Esses são até tranquilos. Veja "Perdidos no Vale dos Dinossauros" por Michele Tarantini ou "Black Demons" do Umberto Lenzi. Bom post.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esses não conhecia mesmo! Ela é parente torta do Tarantino ou foi homenagem mesmo??? Gente! De onde vocês tão tirando esses filmes???? Não é possível, vai ter continuação esse post loguinho!!!! Valeu a contribuição!!!

      Excluir
  13. Para mim fez todo o sentido Passo Fundo aparecer no filme, afinal, a cidade de fato é conhecida por aparições de OVNIs e relatos estranhos (se é verdade, ou não, aí já é outra coisa). Não vejo como preconceito, pelo contrário, vejo que os produtores se empenharam em pesquisar as "lendas urbanas" daqui. Sei disso pois tenho parentes e amigos em Passo Fundo, e todos eles acharam aquela parte do filme muito engraçada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não foi por ser Passo Fundo o problema, é que foi como você disse, engraçado! De todas as cidades do mundo aquelas espigas verdes ambulantes passarem justo no fundo da casa de alguém aqui no Brasil, só isso!!!!

      Excluir
  14. Mas nem tudo esta perdido: Aquarela do Brasil é fofo *3*

    ResponderExcluir
  15. Único filme ai que gostei foi Anaconda e o filme Sinais so mostra um trecho bem curto mas o filme e bom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto dos 2 filmes, porém quando se assiste dá vergonha alheia dos absurdos que inventam, principalmente em Anaconda. Em Sinais é só aquela passagem mesmo! Mas imagine quantos filmes de outros países foram feitos nesse surrealismo e nem desconfiamos...

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem sou eu

Minha foto

Uma garota louca tentando encontrar o caminho certo, mas se divertindo e aprendendo muito enquanto trilha a estrada. 
Tecnologia do Blogger.

Total de Visualizações

Follow by Email

Postagens populares

Seguidores

Super Parceiros

Tedioso: Os melhores links
Trends Tops - Agregador de Conteudos
Betolinks 120x60
Piadas Idiotas - São idiotas mas o faz rir Colmeia: O melhor dos blogs
Camaleão - Links Interessantes Agregador de Links
Uêba - Os Melhores Links
Fudas Agregador de Links - Madruga Links

A Madame que Colecionava Jovens

Blog CosmetiCoisas

Web Série

Notícias


Novidade

Ganhe Prêmios Incríveis Com Big Prêmio!


Confira!

Ótimas Dicas Para Monetizar Seu Blog!


Dica

50 Perguntas que Mostrarão Quem Você é!