Tem dias em que o mundo fica murcho e sem sentido mediante a tantas notícias loucas que nos pegam de surpresa. E quando achamos que já vimos de tudo... Lá vem mais uma...

Mas nem sempre é assim! Sorrir e encontrar motivos no cotidiano é possível e deliciosamente necessário. Pra que sirva de inspiração, assista as lindas histórias indicadas abaixo e termine com a alma leve e uma lição a mais de vida. Pois, mudanças e aprendizados simplesmente acontecem e são importantes pra concluirmos o ciclo da existência! 

1- No Espaço não Existem Sentimentos (2010 - Andreas Öhman) 
Quando a namorada de Sam rompe o relacionamento, ele fica muito deprimido. Para animá-lo e fazer com que volte à sua vida normal, Simon decide ajudar o irmão a encontrar uma nova e perfeita namorada. Mas, vítima da Síndrome de Asperger, Simon percebe que a busca é muito mais complicada do que poderia imaginar e fica em dúvida se realmente poderá ajudar o irmão.

Filme muito legal, embora simples traz uma inocência na história que cativa e cria expectativa pelo final um tanto inesperado. Obra Sueca que surpreende pela qualidade visual dos cenários no desenrolar das cenas que valorizam o circulo como objeto de obsessão da personagem. 


2 - Hoje eu Quero Voltar Sozinho (2014 - Daniel Ribeiro)
Leonardo (Guilherme Lobo), um adolescente cego, tenta lidar com a mãe super protetora ao mesmo tempo em que busca sua independência. Quando Gabriel (Fabio Audi) chega na cidade, novos sentimentos começam a surgir em Leonardo, fazendo com que ele descubra mais sobre si mesmo e sua sexualidade. 

História originada de um curta metragem, indicada recentemente ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro pelo Brasil. Linda película, também simples, mas inteligente ao engrenar assuntos polêmicos tratando-os com naturalidade e delicadeza. Fez certo sucesso nos Estados Unidos, o que é difícil e ótimo indicativo para um prêmio que "pipoca" e nunca vêm pras mãos brasileiras. A esperança é a última que morre... Será dessa vez?  


3 - Papai por Acaso (2012 - Clément Michel)
Quando Thomas Plaz, um rapaz que mora em Paris, ganha a guarda de um bebê, ele começa a fingir ser o verdadeiro pai da criança para reconquistar Marie, a ex-namorada que terminou com ele um ano antes.

Esse filme já começa te cativando pela música "Hey You" - Pony Pony Run Run" e pelo rápido desenvolvimento para o assunto principal, o bebê que cai nas mãos de Thomas por acidente e a reconquista da namorada. Cenas realmente fofas com o bebezinho da história até a perda definitiva do medo da paternidade.


4 - As Vantagens de Ser Invisível (2012 - Stephen Chbosky)
Charlie (Logan Lerman) é um jovem que tem dificuldades para interagir em sua nova escola. Com os nervos à flor da pele, ele se sente deslocado no ambiente. Sua professora de literatura, no entanto, acredita nele e o vê como um gênio. Mas Charlie continua a pensar pouco de si... até o dia em que dois amigos, Patrick (Ezra Miller) e Sam (Emma Watson), passam a andar com ele.


O livro já era uma graça, o filme (como toda obra originada de livro) só tem o defeito de ser reduzido. As músicas, o Charlie e os amigos, tudo... Maravilhoso, principalmente se você é um pouquinho mais velho e conhece as músicas com propriedade!


5 - Adam (2009 - Max Mayer)
Começando uma nova vida agora solteira e em novo endereço, Beth (Rose Byrne) se surpreende ao conhecer Adam (Hugh Dancy), vizinho com síndrome de Asperger. Brilhantes, opostos e atraídos um pelo outro, eles encaram o desafio, superam as diferenças e os medos e iniciam uma bela relação.

Outro filme fofo! Principalmente quando entramos e compreendemos o mundo do Adam. O mais legal é que no fim tudo acaba como tem que ser e não como queríamos que fosse.


6 - Agente de Separação (2013 - Matthias Schweighöfer)
O funcionário de uma agência de divórcios, que auxilia casais a se separarem, Paul Voigt (Matthias Schweighöfer), recebe uma proposta inusitada de um cliente. Apesar de seu emprego, ele tem seus próprios pensamentos e ideologia sobre o amor e relacionamentos.


História animada que mostra de maneira velada o medo de comprometimento que algumas pessoas podem ter, ao mesmo tempo o excesso de carência cria situações que valem o tempo gasto assistindo. Ótima trilha sonora! 


7- A Chance da Minha Vida (2011 - Nicholas Cuche)
Julien tem um grave problema. Apesar de ser um brilhante assessor matrimonial, é incapaz de ter uma relação que dure mais de 15 dias. Ele é um autêntico mau agouro para as mulheres. E não é um desses que dão um pouquinho de má sorte, não. Seus maus agouros as mandam para o hospital, fazem perder o emprego e os amigos… Julien é o pior dos piores para as mulheres e Joana não tardará a se dar conta disso quanto seus caminhos se cruzarem.

Comédia francesa super bonitinha, original sobre persistência e aceitação de situações pelo modo como a vemos. O protagonista não sofre dos mesmos problemas clichês que sempre mostram em filmes como esse. Mesmo partindo dele, quem sofre é sua parceira, assim como o desfecho também depende dela, transformando-a na agente de ação principal da história.


8 - Diário de uma Babá (2006 - Robert Pulcini, Shari Sprenger Berman)
Annie Braddock (Scarlett Johansson) é uma jovem recém-saída da faculdade, que vive em um bairro da classe operária de Nova Jersey. Ela sofre uma grande pressão de sua mãe para que encontre logo um lugar respeitável no mundo dos negócios mas, decidida a fugir do mundo real, aceita o emprego de babá de uma família rica de Manhattan, a qual chama apenas de "os X". Logo ela descobre que a vida não seria o mar de rosas que imaginava, pois precisa atender aos caprichos da sra. X (Laura Linney) e seu precioso filho Grayer (Nicholas Art), além de evitar o sr. X (Paul Giamatti). Mas a situação se complica de vez mesmo quando ela se apaixona pelo Gatão de Harvard (Chris Evans), o que a força a reexaminar sua vida.

Filme meio manjado, vai? Mas sempre que passa um tempo dá pra assistir de novo. Aparentemente é uma comédia romântica clichê, porém mais do que isso, a história é sobre se encontrar na vida como pessoa e profissional. Scarlett Johansson nem sonhava em ser a Lucy quando interpretou Annie. 


9 - Sim Senhor (2008 - Peyton Reed)
Após o convite de um amigo, Carl Allen (Jim Carrey) decide ir em um culto de auto-ajuda, que tem por base dizer sim a qualquer coisa que lhe aconteça ou ofereçam. Ao seguir este preceito a vida de Carl começa a mudar, fazendo com que seja promovido e conheça Allison (Zooey Deschanel), por quem se apaixona. Porém ao tentar aproveitar todas as oportunidades que lhe surgem Carl começa a notar que tudo que é em excesso pode também cansar.

Com jeitão Jim Carrey de ser, a película mostra as consequências e prazeres que a aceitação daquilo que julgávamos inadmissível pode levar a caminhos inesperados de grandeza e experiências. O importante é saber a dose! 


10 - A Música Nunca Parou (2014 - Jim Kohlberg)
Henry Sawyer (J.K. Simmons) é um pai que luta para se conectar com o filho Gabriel (Lou Taylor Pucci), que descobre um tumor no cérebro que o impede de produzir novas memórias. Os dois tentam superar uma distância emocional e acabam encontrando uma forma de se relacionarem através da música.

Baseado em fatos reais, a curiosa história que se repete em nossas vidas, mas nem percebemos. A música mostrada com a importância que deve ao embalar lembranças deixando marcas e ornamentando a vida de todos com uma particular trilha sonora.

11 - Garoto Nota 10 (2006 - Tom Vaughan)
Inglaterra de Tatcher, 1985. Brian Jackson (James McAvoy), desde sempre obcecado em adquirir mais e mais conhecimento, passou a infância assistindo o “Desafio Universitário” na televisão. Agora aluno da Universidade de Bristol, ele encara a oportunidade de participar realmente do show e mostrar tudo que sabe. Mas nem só de estudos vive o homem e Brian sonha também com Alice (Alice Eve).

História para CDF's que levam o estudo a sério demais, mas esquecem que diversão também faz parte da vida. Trilha Sonora Rock Anos 80 (The Cure, New Order, Motorhead) que não sei se o filme vale pela trilha ou a trilha pelo filme... Ambos se complementam e o resultado é bem agradável. 


12 - O Som do Coração (2007 - Kirsten Sheridan)
August Rush (Freddie Highmore) é resultado do encontro casual entre um guitarrista e uma violoncelista. Crescido em orfanato e dotado de um dom musical impressionante, ele se apresenta nas ruas de Nova York ao lado do divertido Wizard (Robin Williams). Contando apenas com seu talento musical, August decide usá-lo para tentar reencontrar seus pais.

Outro sobre música, mas como pano de fundo, pois aqui o enredo é sobre força de vontade e crença na mágica de dias melhores quando tudo mostra o contrário. Filme ingênuo, mas muito divertido com um final que te faz perguntar... É só isso! E agora? 


Comentários pelo Facebook:

0 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Quem sou eu

Minha foto

Uma garota louca tentando encontrar o caminho certo, mas se divertindo e aprendendo muito enquanto trilha a estrada. 
Tecnologia do Blogger.

Total de Visualizações

Follow by Email

Postagens populares

Seguidores

Super Parceiros

Tedioso: Os melhores links
Trends Tops - Agregador de Conteudos
Betolinks 120x60
Piadas Idiotas - São idiotas mas o faz rir Colmeia: O melhor dos blogs
Camaleão - Links Interessantes Agregador de Links
Uêba - Os Melhores Links
Fudas Agregador de Links - Madruga Links

A Madame que Colecionava Jovens

Blog CosmetiCoisas

Web Série

Notícias


Novidade

Ganhe Prêmios Incríveis Com Big Prêmio!


Confira!

Ótimas Dicas Para Monetizar Seu Blog!


Dica

50 Perguntas que Mostrarão Quem Você é!