Horário de Verão... Ame ou Deixe-o... Passar!

By Camila Oliveira - 20.10.14

Horário de verão é a alteração do horário de uma região, designado apenas durante uma porção do ano, adiantando-se em geral uma hora no fuso horário oficial local. O procedimento é adotado costumeiramente durante o verão, quando os dias são mais longos, em função da posição da Terra em relação ao Sol, daí o nome em português e outras línguas.

A ideia de adiantar os relógios para aproveitar melhor as horas de sol foi lançada em 1784 pelo político e inventor americano Benjamin Franklin, isso quando ainda não existia luz elétrica. Mas sua ideia não sensibilizou nem o governo do seu país, nem o da França, onde foi publicado um artigo seu sobre a possível economia em cera de vela que seria gerada caso a medida fosse adotada. Mais tarde, em 1907William Willett, da Sociedade Astronômica Real tentou persuadir, sem sucesso, a sociedade britânica a adotar a prática. Finalmente o primeiro país a adotar oficialmente o horário de verão acabou sendo a Alemanha em 1916, durante a Primeira Guerra Mundial, como medida para economizar carvão.


horário de verão no Brasil foi adotado pela primeira vez em 1 de outubro de 1931, abrangendo todo o território nacional. Desde 1985 o horário de verão é adotado anualmente. Nesse período a abrangência, inicialmente nacional, foi reduzida sucessivas vezes até que em 2003 atingiu a atual.

Atualmente, o horário de verão é adotado nas regiões SulSudesteCentro-Oeste. Depois de oito anos sem adotá-lo, o estado da Bahia, no Nordeste, o adotou em 2011. Em 2012, no entanto, a Bahia voltou atrás nessa decisão. Desde 2008, o início é no terceiro domingo de outubro, e o final no terceiro domingo de fevereiro, exceto quando este coincide com o Carnaval, sendo então o horário prorrogado em uma semana.

Até 2007 a duração e a abrangência geográfica do horário de verão eram definidas anualmente por decreto da Presidência da República. Tramitam na Câmara dos Deputados três projetos de lei que pretendem abolir o horário de verão no Brasil. A justificativa apresentada é que os benefícios com a redução da carga máxima de energia elétrica em horário de pico não atingem a maior parte dos cidadãos, enquanto que os prejuízos à saúde e à segurança pública afetam principalmente pessoas que precisam acordar cedo e ir à escola ou ao trabalho enquanto as ruas ainda estão escuras.



Dicas 


Mantenha o ritmo mais leve.
Não exagere nas refeições.
Durma mais.
Não perca tempo.
Aproveite para descansar.
Organize seus horários.


  • Share:

1 comentários

  1. Veja como receber milhares de visitas diárias gratuitamente em seu site! Cadastre-se agora mesmo! Acesse: http://www.autosurf.meusurf.com

    ResponderExcluir