10 Séries Rápidas pra Você Curtir nas Férias!

By Camila Oliveira - 22.1.15


As férias estão passando e logo nos depararemos com aquela pergunta - Mais já? Porém, antes que isso aconteça, explore seu tempo de lazer ao máximo. Claro que com esse calor, as opções ficam meio restritas a sombra e água fresca. 

Mas se de repente seu lance for ficar no ar condicionado assistindo, segue abaixo ótimas dicas de séries curtas, maravilhosas e surpreendentes para não ficar blizando depois, quando voltar pro batente!

1 - Mozart in The Jungle - 2014
Sexo, drogas e... música clássica. Mozart in the Jungle retrata os bastidores do mundo dos grandes maestros, que pode ser tão cativante quanto o que acontece na frente das cortinas.

Uma das primeiras apostas da Amazon, que agora produz séries. É rapidinha, por enquanto uma temporada de 10 episódios com 30 minutos de duração cada. É uma história meio louca, forte e as vezes apelativa, mas vale a pena dar uma olhada, pois também é inovadora.


2 - Klondike - 2014
A história é centrada na amizade de dois aventureiros, Bill Haskell (Richard Madden) e Byron Epstein (Augustus Prew), enquanto os dois viajam pela Trilha do Ouro do Lago Klondike. Ao longo do caminho, eles precisam lutar com as condições adversas, temperaturas imprevisíveis e pessoas perigosas que encontram.

Série produzida pela History Channel, que também está buscando contar histórias através do drama. Baseada em fatos reais, Klondike é simplesmente demais! Tem aventura, romance, sedução e não perde o fôlego um momento sequer para tornar Bill Haskell um vitorioso na caça do ouro, porém antes ele terá que enfrentar em 6 episódios de 1 hora e meia cada, assassinos, bandidos, prostitutas e uma montanha inteira. Com esse calor, olhar tanto gelo será irônico.

3 - A Young Doctor's Notebook - 2012
No início do Século XX, um jovem médico chega a uma pequena vila durante a Revolução Russa para trabalhar em um hospital local.

Duas temporadas de 4 episódios cada e 20 minutos de duração. É isso o que promete essa série ótima e bizarra sobre o jovem médico enclausurado no gelo russo. Daniel Radcliffe faz Harry Potter sumir para dar vida ao médico que assume o papel de antagonista e protagonista ao mesmo tempo. Eu adorei o efeito causado das histórias, a cada episódio risadas, raiva e tristeza são inevitáveis, pois tudo se confunde rápido e de uma vez só. Ah, quem não gosta de sangue é melhor deixar pra lá, porque aqui Daniel deixa a varinha de lado pra se tornar literalmente um açougueiro com seus pacientes.

4 - Sherlock - 2010
O dr. John Watson precisa de um lugar para morar em Londres. Ele é apresentado ao detetive Sherlock Holmes e os dois acabam desenvolvendo uma parceria intrigante, na qual a dupla vagará pela capital inglesa solucionando assassinatos e outros crimes brutais. Tudo isso em pleno século XXI.

Adoro! Três temporadas de três episódios e 1 hora e meia de duração cada. Essa série é perfeita, faz você pirar junto desvendado os casos, odiando e amando o Sherlock. E tem um diferencial, é a primeira vez que o Watson deixa aquela carapaça de fiel escudeiro e se envolve realmente com a história. Que dó dele, assumindo a função de babá do detetive crianção! Mas o que funciona mesmo aqui é a parceria brilhante de Benedict Cumberbatch e Martin Freeman removendo a tradicional frieza inglesa para enlouquecer Londres.

5 - Da Vinci's Demons - 2013
Em um mundo em que pensamentos e fé são controlados, um homem luta para que o conhecimento seja livre. Torturado pelo próprio dom de ser um gênio, Leonardo Da Vinci (Tom Riley) se vê em meio a um conflito em que verdade e mentira, razão e fé, e passado e futuro se enfrentam. Sua sede de conhecimento quase se torna sua ruína, mas sua inteligência prevalece e ele acaba se tornando uma força que pode tirar toda uma era da escuridão.  

A série mais viciante de todos os tempos! Não sei se Da Vinci criava seus experimentos no mesmo ritmo que se aventurava, mas os enigmas descritos nessa história inteligente e bem amarrada te faz querer ver um episódio atrás do outro e quando acaba fica aquele vazio, você ama e odeia! Mas a vale cada segundo, é meio baseada na temática sensual e barbara de "Games of Trones", porém foi produzida pelo canal Starz que tem acertado cada vez mais desde que resolveu apostar no gênero. Na falta de um jogo RPG esse serve direitinho! Ah, são duas temporadas de 8 e 10 episódios respectivamente e 52 minutos cada.

6 - The Musketeers - 2014
Ambientada na característica Paris do Século XVII, essa série acompanha a clássica história de um grupo de soldados e guarda-costas treinados para proteger o Rei e as terras francesas. Com muito romance, aventura e heroísmo, apresenta o mundo criado por Alexandre Dumas sob um olhar mais contemporâneo e casual. 

Apesar de ser da BBC, conta de maneira um pouco mais moderna a história dos mosqueteiros que enfrentam problemas juntos e separadamente, são muito mais sedutores e aventureiros que os descritos originalmente. As músicas, o decorrer dos acontecimentos e os destinos são muito mais diretos nas consequências a seguir. Realmente é legal demais, você fica com aquela energia boa de graça e ação por horas.

7 - Marco Pollo - 2014
Em um mundo repleto de inveja, traição, intrigas e rivalidades, Marco Polo se baseia na fama do lendário explorador italiano (interpretado por Lorenzo Richelmy) na côrte de Kublai Khan (Benedict Wong) na China no século 13. 

Aposta da Netflix no gênero épico, tentou seguir a fórmula de "Games of Trones". Não chegou lá completamente, mas é uma série muito boa. Com paisagens e história cativante que apesar dos 10 episódios de 52 minutos, promete muito futuro ainda e já evoluiu bem. 

8 - The White Queen - 2013
A Inglaterra de 1464, antes da Dinastia Tudor assumir o poder, a luta pelo trono era travada entre dois lados da mesma família: os York e os Lancaster. Dos York, o jovem e belo Eduardo IV é coroado rei, com a ajuda do manipulador Lorde Warwick (James Frain). Mas quando ele se apaixona por Elizabeth Woodville (Rebecca Ferguson), do clã Lancaster, todo o plano de Warwick pode ir por água abaixo. Uma história de amor, sedução, assassinato e traição de uma das eras mais turbulentas da Inglaterra, contada pela visão de três mulheres tão belas quanto fortes: Elizabeth Woodville, Margaret Beaufort (Amanda Hale) e Anne Neville (Faye Marsay). 

10 episódios de 52 minutos cada. Foi o que precisou para contar a história dessa rainha que sem sangue nobre e uma família de tratantes, conseguiu através até de mandinga chegar ao poder, mas pagou um preço alto por isso. História de mistério baseada em fatos reais até hoje não solucionada. Ela é no início leve e romântica, seguindo para um clima pesado de política e tragédia anunciada. Outra produção Starz.


9 - Bonnie & Clyde - 2013
Bonnie e Clyde foram dois criminosos verdadeiros que aterrorizaram a região central dos Estados Unidos no início da década de 1930. Interpretados por Holliday Grainger (como Bonnie) e Emile Hirsch (como Clyde), essa é história deles.

Série criada pela History Channel, Lifetime e A&E, também apostadoras em drama para contar fatos reais. Com 2 episódios de 1 hora e meia cada, a história fala detalhadamente sobre esse casal que ganhou fama mundial por assaltar e assassinar implacavelmente, finalizando com a possibilidade de desavença e traição entre eles.  

10 - Death Comes to Pemberley - 2013
Voltando ao universo de "Orgulho e Preconceito", de Jane Austen, envolve os personagens em uma nova história de assassinato e destruição emocional.

Uma suposta continuação de "Orgulho e Preconceito" onde suas personagens vivem tranquilos em Pemberley, mas quando estão prestes a dar um grande baile, uma tragédia acontece. Bem legal, misteriosa sequência que desvenda os segredos escondidos da mansão e coloca em crise o casamento dos Darcy. São 3 episódios de 52 minutos cada. A BBC é ótima em séries desse gênero, pequenas, geralmente são adaptações de literatura e coisas mais delicadas e inteligentes, recomendo. No Brasil, um site especialista em histórias Inglesas é o Séries UK. Confira AQUI.




  • Share:

0 comentários