50 Tons? Conheça 12 Filmes Sensuais de Sucesso do Cinema!

By Camila Oliveira - 31.1.15

Fevereiro está chegando e com ele a tão esperada estreia do filme "50 Tons de Cinza". Já há mais de um ano se especula sobre a história, as cenas, o possível Mr. Grey e tudo o que se pode imaginar... São comentários que o classificam de genial a "Crepúsculo" para maiores! 

Mas a conclusão mesmo, só veremos na tela. Claro que vai gerar muita polêmica e todo tipo de gracinha, defensores, ofendidos, etc. Personagens típicas que aparecem quando filmes como este estão na moda. 

Já que não sabemos ainda o que achar de 50 Tons, confira a lista de filmes sensuais das últimas décadas que são classificados para maiores de 18, mas possuem histórias tão inteligentes, sensíveis e bem construídas que a temática sexual acabou se tornando apenas um elemento a mais do filme, passando longe do vulgar. Só para maiores, hein! kkk    

1 - Proposta Indecente - 1993
Um casal enfrentando dificuldades financeiras resolve tentar a sorte em Las Vegas, mas nada consegue. No entanto, conhecem um milionário (Robert Redford) que oferece um milhão de dólares ao marido (Woody Harrelson) para permitir que sua mulher (Demi Moore) vá para cama com ele por apenas uma noite. De imediato há um choque por parte do casal, mas tal proposta significava o fim dos seus problemas. Só que eles não contavam com as consequências que tal oferta traria.

Um filme sensual, como costumava ser no início da década de noventa. Envolve uma trama obscura e calma que faz-se envolver pela história sem perceber, para depois se dar conta que está totalmente envolvido no dilema do casal, que ao contrário do que se pensa, sustenta-se por aí.  
2 - Invasão de Privacidade - 1993
Uma série de misteriosas mortes atinge um edifício de luxo em Manhattan enquanto uma nova moradora (Sharon Stone) se envolve com um dos vizinhos (William Baldwin), mas também é desejada por um outro (Tom Berenger) e gradativamente vai chegando a conclusão que um deles é o assassino.

Esse já é um thriller sensual, onde mais que saber a conclusão da história desse casal unido ao acaso, precisamos descobrir quem é o mentiroso e porque razão os eventos descritos no filme acontecem.

Resultado de imagem para filme loucos de paixão poster3 - Loucos de Paixão - 1990
Max Baron (James Spader) é um jovem yuppie que trabalha como executivo em uma agência de publicidade e que tem um grande trauma: a morte recente de sua esposa. Numa lanchonete ele discute com a balconista Nora Baker (Susan Sarandon), quarentona e desleixada, também marcada por uma morte recente em sua família. Na mesma noite Max reencontra Nora, agora em um bar, e ela acaba levando-o para casa. Surge então entre eles um relacionamento quente, que começa a se complicar quando Max decide apresentar Nora aos seus amigos.

Película descrita como romântica caia na real. São apenas algumas cenas mais provocantes, pois o que a história quer mostrar na verdade é que não existe amor perfeito, mas sim aquele que o universo produziu naquele momento. 

4 - Como Não Perder Essa Mulher - 2013
Jon (Joseph Gordon-Levitt) mora sozinho e tem orgulho da vida que leva, sem se prender a alguém. Por mais que goste bastante de sexo, ele segue a filosofia de que nenhuma relação sexual é tão boa quanto pornografia, já que lá ele encontra exatamente o que quer. Entretanto, sua vida muda após conhecer numa boate aquela que seria a mulher nota 10: Barbara (Scarlett Johansson). Ele tenta levá-la para casa, mas ela faz jogo duro e nada acontece. É quando Jon percebe que terá mudar sua tática habitual, aceitando namorá-la e se submeter aos seus caprichos, caso queira ter algo com ela.

Esse tem um começo forte, meio repetitivo até para depois se desconstruir do meio para o final e acabar da maneira mais inesperada possível. 

5 - Secretária - 2002
Após passar algum tempo em um sanatório, Lee Holloway (Maggie Gyllenhaal) volta para a casa de seus pais pronta para recomeçar sua vida. Ela então faz um curso de secretária e tenta um emprego com E. Edward Grey (James Spader), que tem um escritório de advocacia. Apesar dela nunca antes ter trabalhado Lee é contratada por Grey, que não dá importância para sua falta de experiência. Inicialmente o trabalho parece bem normal e entediante, pois só digita, arquiva e faz café e Lee se esforça para agradar seu chefe e sua mãe, Joan (Lesley Ann Warren), se mostra ansiosa para a filha ser bem sucedida. Lentamente Lee e Grey embarcam em uma relação mais pessoal atrás de portas e cruzam linhas de conduta da sexualidade humana, um caso de amor no qual os papéis de dominação e total submissão ambos desempenham perfeitamente.

Meio estranho, hora cheio de blablablá, depois cai nas maluquices do patrão, mas serve como experiência para o tema. 

6 - 40 Dias e 40 Noites - 2002
Após seu último relacionamento amoroso terminar em um verdadeiro desastre, Matt Sullivan (Josh Hartnett) decide fazer uma prova consigo mesmo: durante 40 dias e 40 noites ele não terá nenhum contato físico com mulher alguma. Inicialmente Matt resiste às tentações, até que surge em sua vida Erica (Shannyn Sossamon), a garota de seus sonhos que pode pôr por terra a prova de resistência criada por ele.


Está mais para comédia do que para filme sensual, mas a cena das flores de lótus e a sensibilidade que a personagem principal desenvolve fazem o filme ficar uma gracinha!

7 - Maldita Sorte - 2007
Aos 10 anos Charlie Logan (Connor Price) recusou-se a beijar uma garota gótica durante o Jogo da Garrafa, o que fez com que ela jogasse um feitiço nele. Agora, 25 anos depois, Charlie (Dane Cook) é um bem-sucedido dentista mas continua amaldiçoado, já que não consegue encontrar a garota certa. Para piorar a situação, ele descobre no casamento de uma ex-namorada que toda mulher com quem transou acaba descobrindo o verdadeiro amor logo após deixá-lo. Isto faz com que diversas mulheres desejem ter com ele uma transa rápida, visando a felicidade posterior que encontrarão. Entretanto esta vida repleta de sexo e ausente de amor torna Charlie uma pessoa bastante solitária. Até conhecer Cam Wexler (Jessica Alba), uma especialista em pingüins que volta e meia se envolve em acidentes. Ele se apaixona por ela e agora precisa desesperadamente encontrar um meio de evitar que sua maldição faça com que ela fuja dos seus braços.

Outro ao estilo comédia, só que mais pesado que o primeiro. Porém muito dosado e com bom desfecho.

8 - 9 Semanas e Meia de Amor - 1986
Elizabeth (Kim Basinger) é uma bela e sexy mulher que trabalha em uma galeria de arte e se envolve com John (Mickey Rourke), um rico homem. Eles se envolvem rapidamente e começam a praticar jogos sexuais cada vez mais intensos, que torna o relacionamento cada vez mais complicado e difícil de ser controlado.

O mais estranho de todos, principalmente se der uma olhada no Mickey Rourke hoje em dia. Não sei como o pessoal dos anos oitenta falava tanto nesse filme.

9 - Pecado Original - 2001
No exótico mundo de Cuba Luis Antonio Vargas (Antonio Banderas), um rico comerciante de café, acerta os detalhes de seu casamento acertado pelo correio. Porém, pouco após sua futura esposa chegar à sua casa ele descobre que ela na verdade é uma impostora, que não o ama e está apenas interessada em sua fortuna.

Embora pareça um daqueles folhetins de banca de jornal, Jolie e Banderas formam um casal muito convincente para resolver os atritos nos quais ela os coloca. A mensagem da história também é bem original, como o nome propõe. Afinal, vale a pena deixar se enganar por amor?

10 - Femme Fatale - 2003
Laura Ash (Rebecca Romjin-Stamos) é uma linda mulher que é também mestre na arte da manipulação. Após ter um papel crucial em um assalto de jóias, ela repentinamente decide deixar para trás sua carreira criminosa. Reinventando a si mesmo como a respeitável esposa do embaixador norte-americano na França, Laura quer agora fugir dos holofotes e atrair a menor atenção possível. Porém, um repórter paparazzi, Nicolas Bardo (Antonio Banderas), fica atraído por sua beleza e decide segui-la. Subitamente exposta pelas lentes de Nicolas, Laura passa a ser vulnerável aos ataques de seus inimigos e decide usar seus talentos e o instinto voyeurístico de Nicolas para criar uma nova identidade para si e escapar novamente.

Uma obra-prima em filme. Não tem praticamente nada de cenas de sexo, mas a trama, a música, os acontecimentos e a própria femme na situação em que ela está representada na história já são símbolos de uma diva sensual e diversificada.


11 - Mata-me de Prazer - 2001
Alice (Heather Graham) é uma promissora pesquisadora londrina que conhece casualmente Adam (Joseph Fiennes), um misterioso alpinista. Em pouco tempo os dois se envolvem em um relacionamento intenso e apaixonado, fazendo com que Alice desista de seu atual namorado. Porém, Alice ainda não sabe que Adam esconde por trás de seu romantismo um terrível segredo.

Outro thriller obscuro e mortal em que para ficar vivo é preciso ficar atento e não deixar se apaixonar, pois entregar-se a pessoa errada pode custar a vida. O final fica meio a desejar, mas a trama no geral é boa.


12 - Paixão a Flor da Pele - 2004
Matthew (Josh Hartnett) é um jovem empresário que acredita ter visto em um café a mulher (Diane Kruger) que foi seu grande amor, que desapareceu misteriosamente há dois anos. Ele decide segui-la, descobrindo aonde ela mora. Esta se torna sua rotina durante vários dias, tornando-se uma obsessão para Matthew reencontrá-la. Um dia ele decide invadir o apartamento dela, para poder esperá-la. Porém o que ele não sabe é que a mulher que segue não é exatamente quem ele pensa ser, e que ela sabe exatamente o que está fazendo.

Trata-se de uma trama de histórias que se cruzam para responder apenas uma pergunta. Por que o casal principal não ficou junto? Aí vem a trilha sonora que é maravilhosa, o final, a amarração dos fatos... Cara, perfeito!

  • Share:

2 comentários

  1. É que eu fiquei entre esse e o invasão de privacidade da Sharon Stone e optei pelo outro, mas obrigada pela indicação. Realmente o filme tem todas as qualidades para estar nessa lista!

    ResponderExcluir