O Amor é ... Zumbi! Casais Morto-Vivos do Cinema!

By Camila Oliveira - 2.3.16

Jane Austen deve ter se transformado em Zumbi e está revirando no caixão com a estreia do filme "Orgulho, Preconceito e Zumbis". Pra uns, uma comédia ingênua, que brinca com uma das obras femininas mais lidas e queridas de todos os tempos "Orgulho e Preconceito". Pra outros, uma tentativa chula de ridicularizar a história. 

Lembrando que a mesma polêmica já foi tida quando lançaram "Abraham Lincoln - Caçador de Vampiros" e "Cowboys e Aliens". Criaturas de universos tão diferentes coabitando o mesmo cenário podem causar estranheza no telespectador. No caso desses títulos, o primeiro conseguiu contar uma história, mesmo que um tanto forçada. Ainda dá pra acreditar que em alguma terra paralela um líder soberano comandou uma guerra contra seres sobrenaturais milenares que queriam destruir a humanidade. Como quadrinhos, uma baita licença poética. Como história real, é um enorme soco no estômago!

A segunda, assisti e tentei compreender, mas não dá! Embora tenha sido protagonizada pelo 007, Daniel Craig, Olivia Wilde e até Harrison Ford em papéis de peso, juntar cowboys e aliens num mesmo espaço é o pior do irracional. 

O que esses três filmes tem em comum são a falta de meio, todos uniram um elemento do passado distante com outro do possível futuro, apenas com a desculpa que já estavam lá antes. Porém os modernosos aliens, zumbis e vampiros patinam sem sustentação nessas películas, causando antipatia aos desavisados e revolta nos tradicionais. 

Com produções como esta, podemos imaginar o que virá a seguir! Talvez o morro dos zumbis uivantes? kkk

Mas falando do filme, ele é legal, bacana... kkk (Baixou a Glória Pires).

Não, sério, é um filme diferente dos demais, agradável até, pois não foge muito a linha original da história quando trata-se das garotas Bennet, na relação entre si, com o pai amável e a mãe casamenteira. O humor inglês empregado é sútil, mas assertivo. Dá pra dizer até que os zumbis são um adorno, um pano de fundo que movimenta a história dos rapazes e moças. 

Sam Riley, Lily James e Matt Smitt como Mr. Darcy, Elizabeth e Mr. Collins, respectivamente interpretaram suas personagens como no filme original e roubaram a cena. O discordante apenas, fica no aprendizado oriental para proteção, visto que a espada lhes era muito mais familiar na época e o oriente um local misterioso e quase inexplorado para ser adicionado à educação da alta classe. 


Enfim, vale assistir se tiver um tempo, porém é preciso estar aberto aos diferentes rumos da história com mulheres lutadoras mais seguras de si, homens afetados, uma heroína dúbia e muitos seres nojentos se despedaçando e estragando a paisagem bucólica. 

Agora, a lista top dos casais morto-vivos do cinema e das séries. Amor e cérebro! 


1 - Como Sobreviver a um Ataque Zumbi
Os escoteiros não resistiram as zumbis femininas que com a transformação recente, ainda estavam bem humanas. Os adolescentes tiveram cenas hilárias ao fugir, só que não delas, deixando esse filme ainda mais divertido. Uma ótima comédia nonsense.


2 - Freaks of Nature
Os zumbis Ned e Jenna de Freaks of Nature. Essa história é uma besteirada sem limites cheia de atores conhecidos como Vanessa Hudgens (High School Musical) e Ed Westwick (Gossip Girl) onde misturam vampiros, lobisomens, zumbis e até alienígenas. Super trash, deveria ter comentado no bloco acima, porém é estranhamente engraçada e o único filme, que me lembre, que tem um casalzinho realmente formado por zumbis. Corações e grunhidos! 


3 - Burying the Ex
Max e Evelyn. Nessa história, também super trash, onde ambos juram amor eterno perto de um artefato que realiza desejos, mas o garoto já estava a fim de terminar o relacionamento por outra. Só não contava que a namorada fosse morrer aquele dia e voltar para se tornar um tormento na vida do novo casal. 

4 - Maggie
Wade e Maggie Vogel. Um filme dramático e tenso para contar o relacionamento de amor entre pai e filha que se contamina com o namorado e passará por um processo de seis meses até a transformação total, só que o pai passa por todos os estágios, de negação até a aceitação. Uma história que divide opiniões pela carga dramática e pelos interpretes Arnold Schwarzenegger e Abigail Breslin como pai e filha.


5 - Retornados
Alex e Kate. Um casal de humanos normal, se não fosse pelo fato da infecção zumbi ser controlada por medicação que precisa ser tomada com precisão. A melhor, mais original e séria produção da lista ao contar a história de amor desse casal que tem que conviver com o assombro da transformação a qualquer deslize, principalmente quando o remédio começa a faltar e Kate comete loucuras para não perder Alex.


6 - Meu Namorado Zumbi
R e Julie. O casal mais fofo nessa pegada young adult da adaptação do livro "Sangue Quente". Aqui tudo é possível, até a cura dele através do amor. Realmente interessante e original, mas tem quem abomine! #walkingdeadforever


7 - IZombie
Liv e Major. Casal quase lá, só que nunca! Fazem parte de uma série que apesar de estar em sua segunda temporada e ser adaptação de HQ não é muito conhecida, mas tem seus momentos entre sofrências e comicidades. 

8 - In The Flesh
Amy e Alex. Um casal que aconteceu na segunda temporada e tinha tudo para desenvolver seu relacionamento na terceira, nessa ótima série da BBC que deixou órfãos aos montes. Depois que venceram o preconceito, Amy morre outra vez e parecia que ia renascer curada para surpresa de todos e de Alex. Quem sabe um dia... 


9 - Todo Mundo Quase Morto
Shaum e Ed. Um caso de amor na amizade quando Ed se torna um zumbi, mas Shaum ainda é seu parceiro. Meio louco e irracional, deixando o final da história quase imoral, porém Ed não poderia ficar vagando pela Inglaterra depois de ter se sacrificado por Shaum.

10 - Camille um Amor do Outro Mundo
Silias e Camille Foster. Um filme que lida com o arrependimento, pois Silias não queria nem saber de Camille, casou obrigado e quando a infeliz bate as botas é que ele começa a achá-la atraente, mas o amor da garota é tanto que ela lhe dá uma última chance, mesmo se despedaçando por aí enquanto faz isso. Fantasia, comédia romântica bem sútil com o tema zumbi, ela é mais uma morta-viva apaixonada com prazo vencido.


11 - A Vida Depois de Beth
Zach e Beth. Um casal grudento de adolescentes que acaba por motivos trágicos se separando, porém Zach não consegue esquecer Beth, arrependido por não ter ficado ainda mais com ela. Mas o ditado "Cuidado com o que você deseja..." fez sentido quando Beth retornou a vida por milagre, justamente quando Zach havia seguido em frente. Esses ex que não deixam ninguém em paz! Seria um clichê de filmes ou os escritores sufocados querendo descontar suas frustrações em histórias?

  • Share:

4 comentários

  1. Te indiquei no PRÊMIO DARDOS, veja este link

    http://contosdacabana.blogspot.com.br/2016/03/premio-dardos-primeira-premiacao.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa! Obrigada pela indicação! Porém, não entendi direito, eu tenho que proceder do mesmo jeito colocando um post e o logo da premiação, é isso?

      Excluir
  2. Olá Mia....afinal já seguia a sua página do Facebook.....talvez da agenda dos blogs, não sei..... Beijos e sucesso....
    www.divalikealady.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem problema! O importante é que está seguindo! Bjus!!!!

      Excluir