Estreia Containment - Série da TVD Julie Plac Sobre H1N2

By Camila Oliveira - 25.4.16

Confirmando os rumores que Vampire Diaries está mal das pernas caminhando para seu final, Julie Plec, uma das criadoras da série, não ficou parada vendo o navio afundar e já lançou mão de um novo show para instigar o pessoal que andava entediado. 

Trata-se de Containment, sobre uma misteriosa e mortal epidemia que atinge Atlanta, o que força o governo americano a colocar a cidade em quarentena. O policial de bom coração Alex Carnahan (David Gyasi), mais conhecido como Lex, é o responsável por patrulhar a área, onde está sua namorada, a inteligente Jana (Christina Moses). Dentre eles também está Jake (Chris Wood), um ex-renegado que agora atua como policial. Melhor amigo de Lex, ele deve proteger os mais necessitados, mas seu primeiro instinto é sempre salvar a si próprio. Os moradores que ficaram "presos" enfrentarão uma sinistra luta por sobrevivência.

O episódio piloto, exibido em 19 de abril e já rolando por aí, empolgou ao apresentar rapidamente na primeira cena para onde as personagens principais estão se direcionando, ou seja, um pandemônio. Ao contrário de séries que visam se prolongar, essa tem na primeira temporada 13 episódios e já no primeiro detectam a doença, o tal H1N2 levado para os Estados Unidos com fins de terrorismo biológico, também eliminam o paciente zero e abrem a Caixa de Pandora da qual é esperado que saiam muitas adversidades para as personagens principais que ficaram bem definidos.

Assim, temos o policial Lex que fica entre seu dever com o governo e a preocupação com a noiva relapsa Jana. Uma mulher que não gosta de compromissos, ficou presa na quarentena e deverá passar por muitas experiências que a farão repensar seu relacionamento. Já Jake, melhor amigo de Lex, ficou preso lá cumprindo ordens dele e logo no princípio já se desesperou jogando isso na cara do parceiro. O pior é que Jana e Jake já tiveram um namorico e que os próximos episódios falem por si.

Outras figuras, um tanto clichês, mas que também fazem parte são o médico oriental que sabe tudo sobre a doença, a organizadora do governo que manda e desmanda, a adolescente grávida que ia fugir com o namorado quando a quarentena acontece, uma jovem professora que tem seu filho entre os alunos presos e alguns outros que vem para reforçar a trama e fazer-nos questionar as atitudes tomadas em nome da sobrevivência.


Enfim, a história não é original, mas conseguiu trazer um frescor à série que deixa com vontade de acompanhar os próximos episódios. Chris Wood, antigo Kyle em TVD, recém Jake é um combustível a mais, porém a trama promete vários perrengues que também nos deixam interessados. O que dá para perceber de imediato é que o cenário pretende misturar, em menor escala, a desordem social de Walking Dead com cenas ágeis e ousadas de fugas e selvageria. Só pra apimentar, acrescente ebola, histeria e caus a receita... É de lascar! Se fosse você assistia, agora se for hipocondríaco, é recomendado que fique bem longe... Entre 4 e 6 passos de distância! kkk 


  • Share:

0 comentários